Jornal Folha da Mata - Viçosa / MG

Área do Usuário Assinar Cadastrar Entrar
Favoráveis ao rodízio de CPF criam petição online

As discussões sobre o rodízio de CPF, implementado em Viçosa pelo decreto municipal nº 5.450/2020, ganhou um novo elemento. No final dessa segunda-feira, 24, foi lançado uma petição eletrônica pedindo que o sistema seja mantido pela Prefeitura de Viçosa.

A ação surge como uma resposta a petição online, criada ontem pelos empresários, solicitando o cancelamento do rodízio, sob a alegação de prejuízos financeiros e aumento do desemprego.

Os favoráveis ao rodízio de CPF alegam que ele é eficaz na prevenção ao novo coronavírus e, “inclusive, tem sido copiado por outras cidades”. Segundo eles, o sistema proporciona o funcionamento pleno do comércio local, dando oportunidade aos cidadãos de usufruírem dos serviços necessários.

A petição pró-rodízio de CPF já conta com mais de 700 assinaturas, enquanto a petição dos empresários possui cerca de 2.600 apoiadores.

Covid-19

O município de Viçosa registrou ontem a marca de 255 casos confirmados de Covid-19, com 41 ativos, 211 curados e um óbito. Quatro dos 50 leitos clínicos estão ocupados por dois pacientes de Viçosa, um de Paula Cândido e outro de Porto Firme. Em relação aos leitos de UTI, dos 17 existentes, três são ocupados por moradores de Porto Firme.

Desemprego

Os dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), divulgados pelo Ministério da Economia, registram mais de 900 postos de trabalhos encerrados de março a junho em Viçosa. Em julho, houve uma pequena recuperação, com a criação de 39 postos de emprego formal.

Mais informações na edição impressa do Folha da Mata, nesta quinta-feira, 27.

 

Link favorável:

https://cutt.ly/yfaQfAf

Link contrário:

https://secure.avaaz.org/community_petitions/po/luana_fontenelle_cancelamento_do_rodizio_de_cpfs/

Autor: Folha da Mata

Leia outras notícias

Facebook

Como chegar

Jornal Folha da Mata

Endereço

Dr. Milton Bandeira, 160 - Sala 107 - Centro
Viçosa - MG
CEP: 36570-000

Telefone

(31) 3891-2883