Jornal Folha da Mata - Viçosa / MG

Área do Usuário Assinar Cadastrar Entrar

Temendo que Viçosa seja atingida por um surto de febre amarela e da dengue, o prefeito Ângelo Chequer decretou, nessa terça-feira, 23, situação de emergência em saúde pública no município.
O Decreto 5.172/18 permite a adoção de medidas administrativas necessárias à contenção dos surtos, como aquisição de insumos e materiais e a contratação de serviços e pessoal de forma emergencial por tempo determinado. Em sua decisão o prefeito considerou os dados da febre amarela no município e na região e levou em conta a notificação de 105 casos suspeitos de febre amarela em municípios da área de abrangência da Unidade Regional de Saúde de Ponte Nova no período de dezembro de 2017 a janeiro de 2018.
A ocorrência de uma morte em Viçosa em decorrência da febre amarela e as notificações de epizootias em primatas não humanos em vários pontos da cidade e dos municípios que fazem divisas, também influenciaram.
O Decreto considera ainda o resultado do último Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa), que aponta elevada infestação em vários pontos da cidade e coloca Viçosa em estado de alerta sobre um possível surto de dengue.
Para o secretário Municipal de Saúde, Marcos Schitini, o Decreto garante agilidade no trâmite das ações necessárias ao enfrentamento das doenças. “Autoriza, por exemplo, que a Secretaria de Saúde proceda a contratação imediata de profissionais como agentes Comunitários de Saúde e de Endemias e, da mesma foram, a compra de materiais e insumos como repelentes, tendas e combustível”, destacou.
A Prefeitura informou, através de sua Secretaria de Saúde, que vai divulgar um edital para a contratação emergencial desses profissionais. Atualmente 77 agentes Comunitários de Saúde prestam serviços ao Município, mas a demanda exige a contratação de pelo menos mais 25. Já em relação aos agentes Comunitários de Endemias, 14 estão em atividade no município e mais 31 devem ser contratados.

Alerta
A Secretaria Municipal de Saúde de Viçosa informou que continua em estado de alerta em relação a febre amarela. “A meta de imunizar o público alvo está sendo cumprida à risca com a vacina sendo disponibilizada em todas as Unidades Básicas de Saúde da cidade, inclusive na Policlínica. Na zona rural equipes do Setor de Imunização continuam atuando”, diz o secretário. .

A zona rural de Viçosa, que se inicia após o bairro Barrinha (foto) e vai até a divisa com Porto Firme, é o local de maior incidência da febre amarela em Viçosa
Na região, o assunto febre amarela também está mobilizando as prefeituras.
Em Teixeiras, a Prefeitura informou que está disponibilizando a vacina em seus Postos de Saúde e realizando o “fumacê” em bairros da cidade.
Em Piranga, onde nove casos suspeitos da doença foram registrados, o Departamento Municipal de Saúde informou que intensificou a vacinação na cidade e na zona rural. Nesta segunda-feira, 22, profissionais de saúde da cidade, Câmara Municipal e vereadores dos municípios vizinhos se reuniram com a Superintendência Regional de Saúde de Barbacena, para tratar do assunto.
Há informações de que um homem que apresentou sintomas da febre amarela em Presidente Bernardes está em tratamento em um hospital da cidade de Manhuaçu. A Secretaria de Saúde disse que ainda não foi divulgado oficialmente o seu estado clínico, mas há informações de que seu problema não esteja relacionado com a doença.

 

Autor: Folha da Mata

Leia outras notícias

Facebook

Como chegar

Jornal Folha da Mata

Endereço

Dr. Milton Bandeira, 160 - Sala 107 - Centro
Viçosa - MG
CEP: 36570-000

Telefone

(31) 3891-2883