Jornal Folha da Mata - Viçosa / MG

Área do Usuário Assinar Cadastrar Entrar
Balde Cheio

A Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) apresentou os resultados de 2016 do programa Balde Cheio, que foram levantados em 288 propriedades mineiras. Os números mostraram que os resultados são positivos e a atividade leiteira, mesmo em momento de crise, pode ser rentável.
E esses resultados é que vêm motivando a continuidade do projeto implantado no município pelo secretaria de agricultura da Prefeitura com apoio da Emaer MG.
De acordo com a pesquisa realizada em toda Minas Gerais pela Faemg, 76,2% das vacas de propriedades atendidas pelo Balde Cheio estão em lactação. Na Zona da Mata este número vai para 78,7%, se aproximando do objetivo da atividade leiteira, que prevê um índice ideal de 83%. Também foi apurado que 52% dos rebanhos envolvidos no programa são constituídos por vacas, sem do que na Zona da Mata esse percentual de fêmeas aumenta para 54%. No item produtividade os resultados pesquisados pela Faemg apontam para 4.484 litros de leite por hectare/ano, devendo caminhar para 5.087 litros ha/ano, bastante próximo do índice da Argentina, Uruguai e Nova Zelândia. A pesquisa mostra, ainda, que o fluxo de caixa tem sido positivo, com uma média mensal de R$ 3.549,82.
O chefe adjunto da Embrapa Sudeste, André Novo, disse que a parceria com a Faemg está consolidada e é da maior importância para os produtores. “Os dados são a prova da eficiência e da importância do Balde Cheio para os produtores”.

Em Viçosa
Na busca de um melhor índice na pecuária do município, a Secretaria Municipal de Agricultura (Seagri) iniciou o projeto em 2011 com inserção das ações do Programa Balde Cheio no Programa de Melhoria da Qualidade e da Produtividade da Pecuária Leiteira, o Pró-Leite, com os produtores da região, inserindo ações de controle da sanidade e melhoramento genético do rebanho, e ainda reforma de pastagens e compra conjunta de insumos. De acordo com técnicos da Emater, a produção diária de leite cru vem se mantendo baixa nos últimos anos, em 15 mil litros, aproximadamente.
A implantação do Pró-Leite como política municipal de apoio aos produtores do município espera reverter esse quadro por meio de ações de fomento visando ao aumento da produção e produtividade do rebanho leiteiro, na busca de melhorar os índices de ganho dessa importante atividade de manutenção da renda no meio rural.

 

Autor: Folha da Mata

Leia outras notícias

Facebook

Como chegar

Jornal Folha da Mata

Endereço

Dr. Milton Bandeira, 160 - Sala 107 - Centro
Viçosa - MG
CEP: 36570-000

Telefone

(31) 3891-2883